Seguidores

segunda-feira, 10 de julho de 2017

NOSTALGIA DE UMA MADRUGADA FRIA Profª Lourdes Duarte


NOSTALGIA DE UMA MADRUGADA FRIA
Profª Lourdes Duarte


Envolto em uma nostalgia fatídica,
Ao som de uma longa madrugada
Saudada pela luz do luar que a ilumina
Mesmo nos deleites de uma noite fria
Meus amor por ti, meu coração aquecia


No horizonte o sol a ilumina mais sedo
O  que a lua deixou para trás,
Nostálgica e ao mesmo tempo romântica
Almas e corações apaixonados
Que na madrugada fria aquecia.


O amor que me tocou naquele dia
Frente ao mar, no horizonte que o sol brilhava
Desfrutar a noite a luz da lua de seus olhos,
Era a sensação mais bela, que jamais sentia.


Tento seguir este caminho no tempo
No som que paira no ar e nas ondas  do mar
Até que venha outra madrugada sombria
A me lembrar, um grande amor,
Que em dois corações fez morada e existia.



Mario Quintana diz que:
“O tempo não para! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo..”





18 comentários:

  1. Olá, querida Lourdinhas!

    Um magnífico poema, como já é hábito por aqui, e onde o amor é "cantado", de forma primorosa e "profissional".

    No amor, nem tudo são rosas, mas pensemos na parte boa dele, e que seja eterno enqto dure, como diz o poeta.

    Minha querida, ainda não voltei ao meu blog, não, pke as obras aqui em casa ainda não começaram. Está uma confusão, que só vendo e tb preciso descansar minhas mãos.

    Beijinho, linda amiga e um feliz semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O´querida Céu Muito te ver sempre aqui com magníficos comentários. Fico feliz em saber que aprovas e gostas dos meus poemas. Para mim é gratificante, pois és uma grande poetisa. Obrigada pelo carinho, aguarderei sua volta com lindas postagens. desejo que sua reforma fique como planejou, pois sei o trabalho que dá. Abraços, volte sempre!

      Excluir
  2. Olá! Nossa, que bacana saber que também escreve poesias e por sinal muito bem! Eu amei!
    Que a sra. continue incentivando e inspirando não só seus alunos, mas o mundo! Um beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ananza, feliz em te ver aqui, obrigada por seguir meu blog. Volte sempre, serás bem vinda. obrigada pelos elogios, abraços

      Excluir
  3. Oi Lourdes, bt!
    Mais um belo poema amiga!
    Bjsss e uma ótima semana p/vcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Dinha, obrigada pelo carinho da visita, és sempre bem vinda! Abraços, fica na paz de Deus.

      Excluir
  4. Lindíssimo poema! A madrugada sempre a inspirar belas poesias, sobretudo quando vem de uma alma genuinamente poética como a sua. Beijos e uma semana feliz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amiga Lúcia.Fico feliz que gostou.Volte sempre, Abraço fraterno.

      Excluir
  5. Oi querida mana. O amor é lindo quando correspondido. Mas o amor de duas almas que não podem se tocar é pura nostalgia. E não precisa ser noite fria... O sol se torna lua e a lua trevas com uma estrela no firmamento e é nela que olhar é direcionado. Pois corpo e alma se juntam para o êxtase da saudade. Bjs em teu coração. Amei teu poema

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo querida mana! O sangue poético corre em nossas veias, que bom! Abraços, obrigada, beijo no coração.

      Excluir
  6. Olá Lurdes gostei muito do poema achei lindo. Já estou seguindo. Beijinhos
    https://asreceitasdasisi.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone querida, é com orgulho e felicidade que lhe tenho seguindo meus blogs. Seja sempre bem vinda, obrigada. Abraços fraterno.

      Excluir
  7. Respostas
    1. Obrigada querida Anete pela visita e por seguir o blog. Seja sempre bem vinda! Abraçoss

      Excluir
  8. E nas madrugadas frias que a sensibilidade se evidencia e a poetisa voa liberta no encalço de mais uma fabulosa poesia. Parabéns por esta pérola minha amiga
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada grande poetisa! ser elogiada por você é uma honra. Bjuss, volte sempre.

      Excluir
  9. que lindo este poema..
    fico a imaginar o quanto ler um poema, um belo poema nos acalma e traz bons sentimentos...
    bem diferente do que o mundo está a nos pedir hoje...
    o mundo nos pede pressa e para que temos que ter tanta pressa não é mesmo?
    lindo pausar e ler seu poema !!!
    :o)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Eliane, lindo seu comentário, concordo com você, o mundo ou a humanidade anda u destorcendo o sentido da palavra felicidade. o ter fala mais alto e ai os erros gravíssimos que afetam a todos. Volte sempre, abraçoss

      Excluir

Obrigada pela visita e por deixar comentário. Sua participação é muito importante, volte sempre.